Peeling de diamante promove a renovação da pele

A principal função do peeling de diamante é promover a esfoliação da pele, removendo as células mortas que ficam na camada mais superficial e estimulando a produção de colágeno. Com isso, ocorre a renovação da derme, o que ajuda a eliminar manchas, marcas e até mesmo rugas.

O procedimento é simples e não invasivo, pois atinge apenas a camada externa da pele, sendo indicado para problemas mais leves. Para tratar marcas ou rugas mais profundas, por exemplo, deve-se optar por técnicas complementares, que consigam chegar a partes mais internas.

Como funciona o peeling de diamante

O peeling de diamante é feito com um equipamento próprio que promove uma microesfoliação da pele. Renovando a camada celular da derme, induz alterações celulares que ajudam no rejuvenescimento, de acordo com um estudo da Universidade de Michigan, dos Estados Unidos, publicado no periódico científico Archives of Dermatology.

Isso ocorre porque a renovação celular estimula a produção de colágeno, principal proteína responsável por dar forma, estrutura e sustentação à pele. O procedimento dura cerca de 30 minutos e é bastante simples, podendo ser feito em clínicas de estética e beleza.

O primeiro passo é a higienização da pele, seguido pela aplicação do equipamento que possui uma ponteira de diamante. O profissional realiza movimentos em linha ou círculos sobre o local de tratamento. Após a sessão de peeling, a pele fica levemente avermelhada e pode descamar durante alguns dias, devido a eliminação das células mortas.

O paciente deve hidratar a pele durante uma semana com produtos recomendados pelo profissional, que também ajudam na regeneração celular. Outro cuidado importante após o procedimento é evitar a exposição direta ao sol, além de utilizar filtro solar com FPS mínimo de 50, que proteja contra radiação UVA e UVB.

O número de sessões de peeling de diamante necessárias para o tratamento pode variar de três a cinco, dependendo de cada caso. Quando o paciente quer apenas a renovação da pele, três sessões costumam bastar. Já quem precisa aliviar a aparência de manchas, cicatrizes de acne ou poros abertos, por exemplo, deve fazer pelo menos cinco.

Principais benefícios do peeling de diamante

O tratamento com peeling de diamante é indicado principalmente para tratar manchas superficiais, chamadas de melanoses. Com a esfoliação da epiderme, a técnica promove a eliminação dessas manchas. Também pode haver melhora nas cicatrizes de acne, no caso de lesões não tão profundas, e diminuição de poros muito abertos.

Da mesma forma, as rugas mais superficiais também podem a presentar uma melhora. Para tratar as marcas mais profundas, é indicado utilizar outros produtos cosméticos juntamente ao peeling de diamante, conquistando melhores resultados.

O tratamento pode ser usado ainda para melhorar o aspecto das estrias, principalmente as avermelhadas e mais recentes, pois estimula a produção de células novas e colágeno, o que aumenta a capacidade de cicatrização na região.

 

Fonte: O Nortão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s